OUÇA NOSSAS RÁDIOS CRIADAS
COM EXCLUSIVIDADE
PARA NOSSOS OUVINTES
FAÇA SEU
CADASTRO
FALE COM A ALPHA

Premiado filme brasileiro "Como Nossos Pais"

Eleito o melhor filme brasileiro no Festival de Cinema de Gramado

capa_1.jpg

O filme já é um grande sucesso de crítica, mesmo antes de estrear nos cinemas. Ganhou o prêmio de público no Festival de Cinema Brasileiro de Paris, em que o ganhador é escolhido pelos espectadores, e o prêmio de melhor filme brasileiro no 45Festival de Gramado.


Como Nossos Pais, dirigido por Laís Bondanzsky, é sobre a mulher contemporânea, que sente a necessidade de sempre ser perfeita, que cuida da casa, dos filhos, do marido e do trabalho. Mas essa mulher perfeita não existe mais na sociedade atual, ela tem o direito de enfrentar dificuldades, de lutar pelos seus objetivos e crescer tanto na vida pessoal quanto profissional.



Sinopse: Rosa (Maria Ribeiro), 38 anos, é uma mulher que se encontra em uma fase peculiar de sua vida, marcada por conflitos pessoais e geracionais: ao mesmo tempo em que precisa desenvolver sua habilidade como mãe de suas filhas, manter seus sonhos, seus objetivos profissionais e enfrentar as dificuldades do casamento, Rosa também continua sendo filha de sua mãe, Clarice (Clarisse Abujamra), com quem possui uma relação cheia de conflitos.



Em entrevista à rádio BandNews FM, a diretora de Como Nossos Pais conta que o filme surgiu de uma provocação de amigos e jornalistas, de que deveria fazer um filme falando da própria geração. A ideia central do filme é falar do ponto de vista da mulher, Rosa (Maria Ribeiro), sobre a história dela com os filhos, com o marido, com a família, e como a vida se desenrola com os conflitos que a protagonista enfrenta.


Laís acredita que a nova geração que está surgindo já tem mais consciência sobre o papel de cada um na família, e que o homem nao só pode como deve ajudar nas tarefas de casa e na criação dos filhos. Ainda na entrevista, a diretora relata que fica muito feliz com os comentários positivos que vem recebendo pelas redes sociais, e como as mulheres estão se identificando com a personagem principal. Além disso, Laís Bondanzsky ressalta que a ideia do filme não é colocar o homem como o vilão, e sim tentar abrir os olhos da sociedade sobre os novos valores e os papéis em que homens e mulheres exercem no núcleo familiar. Muitos homens já comentam que perceberam atitudes machistas que cometiam ao verem cenas do filme.



Como Nossos Pais estreia no dia 31 de agosto, nos cinemas de todo o Brasil.

LEIA TAMBÉM

João, o Maestro

Planeta dos Macacos: A Guerra

Filme: Eva Não Dorme

# BODY