OUÇA NOSSAS RÁDIOS CRIADAS
COM EXCLUSIVIDADE
PARA NOSSOS OUVINTES
FAÇA SEU
CADASTRO
FALE COM A ALPHA

Oscar 2018/ Meryl Streep é a mais indicada ao prêmio em categorias de atuação

A cerimônia acontece no dia 4 de março

ms1.jpg

Por Júlia Bayardino 


Meryl Streep fez história na 90ª edição do Oscar na última terça-feira (23), ao receber sua 21ª indicação ao prêmio, pelo seu papel em “The Post”.


A atriz é a mais indicada para receber a estatueta em categorias de atuação, seguida por Katharine Hepburn e Jack Nicholson, ambos com 12 indicacoes, e Bette Davis, com 10.


A cerimônia de entrega do Oscar 2018 acontece no dia 4 de março, com apresentação do comediante Jimmy Kimmel.


Confira todas as indicações da atriz:


- O Franco Atirador (1978): Meryl Streep recebeu, aos 19 anos, sua primeira indicação ao Oscar por este drama de Michale Cimino. A atriz contracenou com grandes nomes como Robert De Niro e Christopher Walken. Apesar de ter sido muito elogiada pela crítica, a vencedora do prêmio de atriz coadjuvante foi Maggie Smith, de “California Suite”.


- Kramer vs. Kramer (1979): O primeiro Oscar de Meryl Streep (como atriz coadjuvante) veio pela atuação em seu terceiro filme e segunda indicação. Junto com Dustin Hoffman, que também ganhou o prêmio de melhor ator, comoveu o público vivendo um casal que disputa a guarda do filho.  



- A Mulher do Tenente Francês (1981): A atriz atuou em um papel duplo: uma mulher abandonada pelo marido e rejeitada por sua comunidade em 1823 e uma atriz que interpresta esta mulher numa peça de teatro em 1980. Esta foi sua primeira indicação ao Oscar de melhor atriz, que perdeu para Katherine Hepburn em “Num lago dourado”. Por outro lado, Meryl Streep ganhou o Globo de Ouro, o Bafta e o prêmio da Associação de Críticos de Los Angeles.



- A escolha de Sofia (1982): A esta altura, Meryl Streep já era “a” estrela de Hollywood. Seu segundo Oscar, desta vez como melhor atriz, foi pelo drama psicológico sobre o Holocausto que tornou a atriz uma unanimidade.



- Silkwood- o retrato de uma coragem (1983): Com esta indicação, a atriz se tornou a segunda atriz mais jovem a concorrer 5 vezes ao Oscar (atrás apenas, até então, de Bette Davis). No filme de Mike Nichols, Meryl Streep interpreta Karen Silkwood, operária metalúrgica que investiga uma suposta contaminação por plutônio na fábrica que trabalha. Perdeu como “melhor atriz” para Shirley MacLaine, que concorria por “Laços de Ternura”.


- Entre dois amores (1985): A atriz teve que se preparar para viver a dinamarquesa Karen Blixen, baronesa de personalidade forte e postura independente, que se aventura a dirigir uma plantação de café no Quênia, na África. Meryl Streep perdeu a estatueta de melhor atriz para Geraldine Page, por “O Regresso para Bountiful”.



- Ironweed (1987): Meryl Streep e Jack Nicholson viveram um casal de alcoólatras e vagabundos que tentam sobreviver durante a Depressão americana. A atriz perdeu o prêmio de melhor atriz para Cher (Feitiço da Lua).


- Um grito no escuro (1989): Neste filme inspirado em um drama real, Streep interpretou Lindy Chamberlain, uma australiana que perde sua filha e é acusada de assassinato. O filme não foi bem nas bilheterias e a atriz acabou perdendo a estatueta de melhor atriz para Jodie Foster, por “Acusados”.



- Lembranças de Hollywood (1990): Contracenando com Shirley MacLaine, que havia a derrotado sete anos antes, Meryl Streep foi indicada pela primeira vez ao Oscar por uma comédia, ainda que ácida. A atriz perdeu o Oscar de melhor atriz para Kathy Bates (Louca Obsessão).



- As pontes de Madison (1995): Após 5 anos sem ser indicada ao prêmio, era uma das favoritas ao Oscar de melhor atriz, mas perdeu para Susan Sarandon, por seu papel em “Os últimos passos de um homem”.



- Um amor verdadeiro (1998):  Neste drama, a atriz viveu uma dona de casa perfeita que vê sua rotina mudar drasticamente ao descobrir que tem câncer. O filme não foi muito bem recebido pela crítica. A vencedora do prêmio foi Gwyneth Paltrow, por “Shakespeare apaixonado”.


- Música do coração (1999): Com esta indicação, a 12ª, Meryl Streep se igualou em número de nomeações a Jack Nicholson e Katherine Hepburn. Apesar disso, desta vez ninguém apostou suas fichas nela. “Música do coração” passou despercebido pelo público e pela crítica e a vencedora do Oscar de melhor atriz foi Hillary Swank, por “Meninos não choram”.



- Adaptação (2002): Apesar de celebrada por sua atuação neste filme estrelado por Nicolas Cage, quem venceu o prêmio de atriz coadjuvante foi Catherine Zeta-Jones, pelo musical “Chicago”.


- O diabo veste Prada (2006): A atriz viveu a gélida editora de moda Miranda Priestley. Mesmo considerado um dos pontos altos de sua carreira, o prêmio de melhor atriz ficou com Helen Mirren, por “A Rainha”.



- Dúvida (2008): Meryl Streep interpretou uma freira nada confiável. Apesar do show de atuação no filme, a atriz perdeu o Oscar de melhor atriz para Kate Winslet, por “O leitor”.


- Julie & Julia (2009): A atriz viveu a chef Julia Child. Novamente favorita, perdeu o prêmio de melhor atriz para Sandra Bullock, que concorria por “Um sonho possível”.



- A dama de ferro (2012): O filme rendeu a Meryl Streep seu terceiro Oscar por atuação.


LEIA TAMBÉM

Oscar 2018 / A forma da água

Oscar 2018/ Curiosidades sobre a 90ª edição do prêmio

Confira a lista de indicados ao Oscar 2018

# BODY