OUÇA NOSSAS RÁDIOS CRIADAS
COM EXCLUSIVIDADE
PARA NOSSOS OUVINTES
FAÇA SEU
CADASTRO
FALE COM A ALPHA

Teresa Cristina canta Cartola

A cantora fala sobre a carreira e o show que está de volta aos palcos

capa.jpg

A cantora e compositora Teresa Cristina tem 16 anos de carreira de muito sucesso, com prêmios e indicação ao Grammy Latino pelo disco “A música de Paulinho da Viola” em 2003, e já gravou canções de Paulinho, Roberto Carlos, Tom Jobim, Caetano Veloso, e muitos outros grandes músicos brasileiros.


De volta aos palcos com o show “Teresa Cristina canta Cartola”, o projeto surgiu de um convite para cantar no Real Gabinete Português de Leitura, em homenagem ao grande artista, que é um exemplo na vida da cantora. O show que estreou no Rio de Janeiro em 2015, foi lançado como CD e DVD em 2016, e está de volta aos palcos cariocas.










Com voz suave e virtuosa ao cantar samba, Teresa Cristina encanta o público desde os tempos em que cantava no Bar Semente da Lapa, em 1997, onde a carreira musical começou.


A artista sobe aos palcos ao lado de Carlinhos 7 cordas, cantando os maiores sucessos de Cartola. Músicas como “O Mundo é um moinho”, “As rosas não falam” e “Alvorada”, estão no repertório.



Na entrevista exclusiva da Alpha FM que você confere na íntegra, Teresa Cristina conta um pouco sobre o seu processo de composição das músicas, como começou a ideia de um show em homenagem a Cartola, e como nasceu a paixão pelo samba.


1 - Teresa, como surgiu a ideia de fazer um show em homenagem ao Cartola? Qual a importância e influência do cantor na sua vida musical?


A ideia deste show surgiu de um convite para que eu fizesse um show no Real Gabinete Português de Leitura, no Centro do Rio de Janeiro. Entrei lá e achei a biblioteca a cara de Cartola. Escolhi ele porque eu já o admirava há muito tempo e ainda não tinha feito nada especificamente com o nome dele. O show deu muito certo, e daí nasceu este projeto.


2 - Qual música do Cartola você acha essencial para o show? E como tem sido a recepção do público? 


O show tem uma unidade que não é apoiada em uma só canção, são muitas pérolas. A cada tempo que passa uma música se destaca. A reação do público tem sido muito carinhosa. Cartola é um compositor muito respeitado, e este carinho do público se transmite para nós durante o show.


3 - Você, além de cantora, compõe muitas músicas. Como é o seu processo de criação?


Meu processo de criação varia de acordo com a música que estou compondo. Como não toco nenhum instrumento, quando estou sozinha faço letra e melodia juntas. Quando é uma parceria, costumo colocar letras em melodias já prontas.


4 - Como nasceu a sua paixão pela música, e principalmente, pelo Samba?


Minha paixão pela música é uma herança da minha família, especialmente meu pai. Ia para feira ajuda-lo no trabalho e passávamos o dia ouvindo Gal Costa, Roberto Ribeiro e Candeia. Mais velha, quando conheci Guaracy 7 Cordas, ele me convidou para cantar em um bar, e a partir daí minha carreira de cantora começou mesmo, e alguns anos depois gravei meu primeiro CD, em homenagem a Paulinho da Viola.


5 - Você já gravou músicas de grandes artistas, já cantou ao lado de muitos deles, qual é o seu próximo projeto?


Tenho alguns projetos que são surpresa, mas vocês saberão em breve!



O show "Teresa Cristina canta Cartola" ocorre no dia 17 de agosto, no Teatro Bradesco, na Barra da Tijuca.


 

LEIA TAMBÉM

Carreira e Vida - Ed Motta conversa com a Alpha

Sarah Mckenzie: da Austrália para o Rio

ESTREIA: ALPHA BY NIGHT

# BODY